Junta de Moimenta quer tirar idosos da solidão

David Silva é o novo presidente da junta de Moimenta, em Cinfães. Eleito por uma lista independente, no dia 1 de outubro, o autarca considera que os “filhos da terra que saíram  devem ter condições para regressar”. A falta daqueles que são “obrigados” a procurar melhores condições de vida por outras paragens, ou mesmo fora do país, segundo David Silva, “condiciona o desenvolvimento da terra”, sublinha. Uma situação que também promove a solidão dos mais idosos. Segundo o autarca, uma das suas batalhas que pretende travar, será a criação de um espaço onde os mais velhos possam passar uma parte do dia e conviver. A solidão é um dos problemas mais graves que encontra na população de Moimenta. Apesar de tudo, David Silva reconhece que as instituições sociais de freguesias próximas, como Espadanedo, Fornelos e Souselo, prestam um serviço de grande valia no apoio social, também aos utentes de Moimenta.

Outros anseios do novo presidente da junta são o abastecimento de água e o saneamento. A falta de infraestruturas básicas é uma reclamação que ouve com frequência dos habitantes da freguesia e, por isso, assegura que vai reivindicar junto das entidades responsáveis que o problema seja solucionado.

Quanto à rede viária no interior da localidade, considera que a freguesia está bem servida, embora admita a necessidade de “uma ou outra obra para a sua melhoria”.

Relativamente à dinâmica associativa, David Silva sublinha que a autarquia estará disponível para colaborar com as forças vivas locais e diz acreditar que o associativismo pode ganhar um novo alento se as coletividades se unirem. O autarca assegura que vai continuar a incentivar a promoção dos produtos locais e das tradições culturais de Moimenta.

O novo presidente da junta adianta também que, apesar de ter sido eleito numa lista independente, pretende manter uma relação de cooperação com as restantes forças politicas do concelho.

Siga-nos