Misericórdia de Cinfães vai ter serviço de fisioterapia

A Santa Casa da Misericórdia de Cinfães recebeu autorização do Ministério da Saúde para utilizar, provisoriamente, as instalações da Unidade de Cuidados Continuados para o serviço de fisioterapia a utentes externos. A informação foi avançada à Rádio Montemuro, pelo provedor da instituição cinfanense, esta semana e após a deslocação de Jorge Noronha a Lisboa onde lhe foi assegurada a disponibilização de uma verba de 150 mil euros para a construção da clinica de medicina fisica e de reabilitação. Esta verba resulta do Fundo Rainha D.ª Leonor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Segundo o provedor da Santa Casa de Cinfães, o inicio do serviço de fisioterapia está apenas dependente da assinatura da convenção com o Ministério da Saúde, o que “pode acontecer a qualquer momento e esperamos que seja o mais breve possível”, sublinha Jorge Noronha.

A nova clínica vai ser criada no edifício dr. Arnaldo Reimão da Fonseca, no centro da vila. O pedido de convenção com a tutela prevê “que possam ser prestados serviços a cerca de 400 utentes por dia”, revela o responsável. Para as obras de reabilitação do imóvel a Misericórdia de Cinfães tem já aprovado o projeto de arquitetura e, segundo o provedor, a Câmara Municipal já assumiu que dará o seu contributo. Jorge Noronha sublinha ainda que a prestação de cuidados na área da reabilitação física é de grande importância para a população do concelho.

Recorde-se que o novo serviço virá preencher uma lacuna muitas vezes referida pelo presidente da Câmara de Cinfães que tem dado nota do seu empenho na sua concretização, lamentando que “a população do concelho tenha necessidade de se deslocar para municípios vizinhos quando precisa de cuidados de reabilitação física” refere.

(Foto: página oficial da Santa Casa da Misericórdia de Cinfães)
Siga-nos