Celebração das Endoenças volta a iluminar Entre-os-Rios

A zona ribeirinha de Entre-os-rios, envolvendo os municípios de Penafiel e Marco de Canaveses recebe, hoje, a habitual celebração das Endoenças. Esta iniciativa é um evento secular de turismo religioso, único no país. Segundo a liturgia católica, a celebração é uma alusão à Sexta-feira Santa, dia de indulgência na Península Ibérica, no qual era dada a absolvição aos fiéis. Ao longo dos tempos, o conceito mudou para o dia anterior, Quinta-feira Santa. De acordo com nota da organização, mais de 50 mil tigelinhas vão iluminar as margens dos rios Tâmega e Douro durante as celebrações.

A manifestação religiosa envolve a freguesia de Alpendorada, Várzea e Torrão, do Marco de Canaveses, o lugar de Entre-os-Rios, na freguesia de Eja, Penafiel e ainda o lugar de Boure, na margem esquerda do rio Douro, no concelho de Castelo de Paiva, lugares que constituem o antigo Couto de Entre-os-Rios.

As comemorações têm inicio marcado para as 20h30, na Igreja Paroquial de Santa Clara do Torrão, com a Missa da Ceia do Senhor.

Uma hora mais tarde, realiza-se a procissão do Senhor dos Passos em direção à Capela de S. Sebastião, em Entre-os-Rios, onde terá lugar o “Sermão do Encontro” entre Jesus Cristo e Nossa Senhora das Dores. Esta Procissão é acompanhada por “Barcos de Fogo” que atravessam o rio.

Amanhã, dia 19 de abril, pelas 15 horas, a Procissão do Enterro do Senhor faz o percurso inverso, regressando à Igreja Paroquial de Santa Clara do Torrão, no Marco de Canaveses. (foto CM Penafiel)

Siga-nos