Baião apresentou o maior Biscoito da Teixeira do Mundo

O Biscoito da Teixeira quer ser uma das 7 maravilhas doces de Portugal e já conseguiu chegar a finalista distrital na categoria de Doce de Território no concurso que a RTP está a levar a cabo durante o verão.

 

Com o objetivo de dar visibilidade ao Biscoito e de angariar votos que levem o doce a chegar às meias finais do concurso, a Câmara Municipal de Baião, com o apoio da União de Freguesias de Teixeira e Teixeiró e da detentora da marca Biscoito da Teixeira, Sónia Pereira, confecionou o maior Biscoito do mundo precisamente no local onde ele é originário: a localidade de Teixeira, em Baião. O evento juntou cerca de 100 participantes e foi filmado.  A autarquia, revela que o vídeo vai ser público a 10 de julho através das redes sociais do Município de Baião.

O maior Biscoito da Teixeira do mundo pesou mais  100 quilos em 11 metros de cumprimento. Para a sua confeção foram preparados 50 quilos de farinha, 30 quilos de açúcar, 5 quilos de limão, 5 quilos de fermento e 4 quilos de sal.

O Biscoito da Teixeira é um doce regional muito popular no norte de Portugal, maioritariamente na região do Douro. É um bolo com formato retangular e de consistência compacta, não muito doce, mas viciante, tendo um sabor intenso e característico, derivado do uso do limão. Conserva-se por muito tempo, mesmo à temperatura ambiente. É considerado um bolo ligeiro e tem a particularidade de não levar ovos, facto que costuma intrigar os apaixonados por este doce, e pode ser degustado junto com vários produtos, como é exemplo o fiambre, queijo, presunto, salpicão, mel, compotas, chocolate ou chouriço. Cai bem, também, acompanhado com o vinho verde da Casta Avesso, rainha da região de Baião. A receita é oriunda da localidade com o mesmo nome, no concelho de Baião, a Teixeira, onde vive Sónia Pereira, que ainda o produz e o faz chegar a festas e romarias de todo o país e ao estrangeiro. Embora não se consiga determinar ao certo a sua origem, os testemunhos orais apontam para que seja uma receita com mais dois séculos, passada de geração em geração e de romaria em romaria. Conta-se, ainda, que o biscoito da Teixeira estaria associado a origens humildes, atendendo ao uso de poucos ingredientes na sua confeção e ao facto de ser vendido em festas populares.

No concurso, as votações decorrem até dia 16 de julho, dia em que a RTP emite um programa em direto, a partir do Cais de Gaia, onde serão apresentados os 7 doces finalistas do Distrito do Porto. O Biscoito da Teixeira será o primeiro a ser apresentado, por volta das 10h30 da manhã e na sua apresentação estará o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, o jogador de futebol natural de Gestaçô, Baião, atualmente a jogar no Rio Ave, padrinho da iniciativa, Tarantini Vaz, a produtora do Biscoito, Sónia Pereira, e uma entusiasta claque de 50 pessoas que promete apelar ao voto de forma original. Destes 7, só um irá às meias finais das 7 maravilhas doces de Portugal. O público vai poder ficar a saber o resultado da votação por volta das 17h de dia 16 de julho, na RTP. As votações são exclusivas pelo telefone 760 107 071 e têm um custo unitário de 60 cêntimos + IVA.

Siga-nos