Adjunto do Secretário de Estado da Proteção Civil, Francisco Ferreira demitiu-se

Francisco Ferreira, adjunto do secretário de Estado da Proteção Civil, demitiu-se após ter sido divulgado o seu envolvimento na escolha das empresas para a produção dos “kits” de emergência, no âmbito do Programa Aldeias Seguras.

O Jornal de Notícias noticiou hoje, dia 29 de julho o envolvimento de Francisco Ferreira, também Presidente da Concelhia do PS/Arouca, que terá recomendado “empresas para a compra das 70 mil golas antifumo inflamáveis, 15 mil ‘kits’ de emergência com materiais combustíveis e panfletos entregues às 1909 povoações abrangidas pelo programa”.

Em comunicado à Agência Lusa, o ministério referiu que “face às notícias publicadas sobre aspetos contratuais relativamente ao material de sensibilização, o ministro da Administração Interna pediu esclarecimentos à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e determinou a abertura de um inquérito urgente à Inspeção-Geral da Administração Interna”.

Siga-nos