Município e Escolas de Baião sensibilizaram encarregados de educação a comer de forma mais saudável

Os 3 Agrupamentos Escolares do Concelho de Baião, Vale de Ovil, Sudeste e Eiriz receberam o projeto “Lancheira Saudável. Esta iniciativa da Câmara Municipal de Baião, em parceria com os demais agrupamentos do concelho, serviço de psicologia e orientação, Santa Casa da Misericórdia de Baião e técnicos do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, promoveram perante pais e encarregados de educação várias sugestões de lanches e refeições saudáveis.

A nutricionista Célia Monteiro, referiu a importância que os pais e encarregados de educação assumem e “deem o exemplo, sejam persistentes na escolha dos alimentos para não causar instabilidade na criança nunca utilizando a comida como recompensa”. A Nutricionista mostrou várias opções saudáveis, reforçando a ideia, de que as lancheiras não devem conter alimentos ricos em açúcares, sal e gordura. “Se utilizarmos a nossa imaginação e investirmos um pouco do nosso tempo, conseguiremos preparar lanches atrativos que não prejudiquem a saúde”, concluiu Célia Monteiro.

A sessão teve como público-alvo os Encarregados de educação do Pré-escolar e do Primeiro Ciclo dos 3 Agrupamentos escolares do concelho de Baião.

José Pinho Silva, vice-presidente da autarquia baionense e vereador que tutela o pelouro da Educação reforçou “a conexão entre Município, especialistas, professores e encarregados de educação, até porque a alimentação saudável é fundamental para evitar problemas de saúde como a obesidade e a diabetes, aumentando, paralelamente, o bem-estar das nossas crianças”.

 

Siga-nos