Peça de Teatro “Saudade do Homem” em exibição a 23 de novembro no Centro Desportivo de Favões

A Câmara Municipal e o Grupo de Teatro Amador – Casa do Povo da Livração apresentam no próximo dia 23 de novembro a Peça de Teatro “Saudade do Homem”, no Centro Desportivo de Favões em Bem Viver.

Dinamizar a atividade artística e cultural no concelho do Marco de Canaveses, tão em risco e decadência nos últimos anos, organizar o plantio de árvores em cada local da digressão bem como estimular o convívio social entre gerações, são os objetivos desta iniciativa.

Sinopse:

Num lugar supostamente livre, existe um muro feito de jornais. A certa altura o povo rompe o muro e passa a viver do outro lado que afinal estava vazio. Mas é um muro revestido de jornais. Uma realidade provocada.
Assim começa a desenvolver-se uma limpeza de hábitos, o desenrolar de um fio que define o próprio e o colectivo. Quando se apercebem, os homens tinham ficado cegos, só as mulheres continuaram a ver. Fala-se de um incêndio.

O humor está na construção estética, na leveza da superação. É sobretudo um espectáculo onde o Homem tem saudades do Homem e por isso recorre à paisagem interior como guia para o materialismo urgente.
O método estende-se através do Teatro do Oprimido, criado por Augusto Boal. Parte do princípio de que a linguagem teatral é a linguagem humana que é usada por todas as pessoas no quotidiano. Sendo assim, todos podem desenvolvê-la e fazer teatro. Desta forma, o TO cria condições práticas para que o oprimido se aproprie dos meios de produzir teatro e assim amplie suas possibilidades de expressão. Além de estabelecer uma comunicação directa, activa e prepositiva entre espectadores e actores.

Siga-nos