Coronavírus- Tâmega e Sousa vai ter centros de diagnóstico

Os municípios que integram a Região do Tâmega e Sousa (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende) e o município de Paredes vão passar a estar dotados de centros de diagnóstico de COvid-19, com o objetivo de testar os cidadãos com suspeita de estarem infetados pelo novo coronavírus.

A primeira unidade, que ficará instalada no Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel, deverá entrar em funcionamento ainda esta semana, o que vai permitir reforçar a capacidade de resposta no combate à pandemia e aliviar o afluxo de potenciais suspeitos de infeção ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), que serve um universo de 520.000 habitantes.

“Os autarcas da região estão a envidar todos os esforços para acudir a esta situação de emergência e a trabalhar na concertação de medidas entre municípios e autoridades de saúde locais e regionais – Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS), CHTS e Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) – no sentido de garantir uma resposta colaborativa que permita suprir necessidades e superar a pandemia”, pode ler-se no site da CIM do Tâmega e Sousa.

De recordar, que a CIM do Tâmega e Sousa adquiriu 11 ventiladores para o CHTS, que devem ser instalados ainda esta semana. A Comunidade Intermunicipal refere que está também “a ser diligenciada a compra conjunta de equipamento de proteção individual para disponibilizar aos profissionais das unidades de saúde, das Misericórdias e IPSS, dos bombeiros e proteção civil e dos municípios” do Tâmega e Sousa e Paredes.