O Roteiro Enogastronómico Verde Sentido pretende promover o turismo no Douro e Tâmega

Ouvir a Notícia

Com o objetivo de dar a conhecer uma mão cheia de experiências ligadas aos Vinhos Verdes, às paisagens, à história, ao património e à gastronomia do Douro e Tâmega, o projeto BTinova 2.0 organizou uma press/blog trip nos dias 26, 27 e 28 de setembro. A visita contou com sete órgãos de comunicação social nacional e especializados e dois bloggers de enoturismo, viagens e gastronomia que, a convite da Associação Empresarial de Amarante e da Associação de Municípios do Douro e Tâmega, passaram pelos sete municípios que integram o projeto: Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Marco de Canaveses, Mondim de Basto e Resende.

Segundo a organização, os jornalistas e bloggers “tiveram a oportunidade de experimentar em primeira mão, uma das muitas propostas turísticas que está a ser criada no âmbito do Roteiro Enogastronómico Verde Sentido. Espera-se que esta ação consiga, assim, gerar um conjunto de trabalhos jornalísticos que contribuam para a atração de novos fluxos turísticos.”
O resultado deste projeto será o “Roteiro Enogastronómico Verde Sentido” que pretende juntar um conjunto de experiências turísticas únicas e distintivas, associadas aos Vinhos Verdes e alicerçada nas paisagens, produtos endógenos, gastronomia, tradições e costumes do território.

“Promover turisticamente o Douro e Tâmega é o desafio do Verde Sentido que tem como premissa um conjunto de produtos distintivos e identitários do território, capaz de criar experiências exclusivas e únicas para os visitantes, onde os Vinhos Verdes são o baluarte. A estes produtos, junta-se o património histórico-cultural e as paisagens singulares, valorizadas pelos rios Tâmega e Douro a autenticidade e hospitalidade das suas gentes.” refere a organização.

Neste sentido, a aposta passa por uma forte componente de capacitação e qualificação dos operadores turísticos do Douro e Tâmega, nomeadamente da restauração, de unidades de alojamento / enoturismo e de empresas de animação turística, através da realização de ações conjuntas e individuais para o desenvolvimento e criação de um melhor serviço e incentivo para a utilização de produtos endógenos da região.

O Roteiro Enogastronómico “Verde Sentido” permitiu o levantamento, estruturação e criação de uma rede de oferta turística no Douro e Tâmega. Desde locais a visitar, aos sabores a não perder, a eventos obrigatórios, a sugestões de onde comer e onde dormir. Através do roteiro é possível encontrar de forma rápida e cómoda um conjunto de ofertas.

O Roteiro Enogastronómico Verde Sentido irá apresentar mais de 50 experiências turísticas distintivas no Douro e Tâmega, as quais estarão reunidas num website, com várias sugestões de roteiro aliado a uma aplicação móvel.

Esta iniciativa surge no âmbito do projeto BTinova 2.0, apoiado pelo Sistema de Incentivos às Ações Coletivas, cofinanciados pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e é promovido pela Associação Empresarial de Amarante e da Associação de Municípios do Douro e Tâmega, em colaboração com os municípios de Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Marco de Canaveses, Mondim de Basto e Resende.