Companhia de teatro de Baião estreia-se perante o seu público este sábado

Ouvir a Notícia


Sob a orientação dos atores da região Rafael Pereira e Ana Pinto, cerca de 20 cidadãos baionenses, vindos de várias freguesias do concelho, que fazem parte da companhia “Bai`o Teatro” têm ensaiado semanalmente para a sua primeira apresentação pública.

A peça escolhida As Andanças do Sr. Fortes” e é inspirada no livro com o mesmo nome, da autoria do escritor baionense António Mota. Rafae Pereira e Ana Pinto, que artisticamente se apresentam com a designação “Viajantes no Tempo”, adaptaram o texto ao teatro. E vão contar, no próximo dia 29, sábado pelas 21 horas, no Auditório Municipal de Baião, com um apoio precioso: o próprio António Mota que fará a narração de cenas da peça de teatro.

Para Anabela Cardoso, vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Baião, esta iniciativa “visa incentivar os cidadãos baionenses a aderirem a novas artes, e ao mesmo tempo proporcionar à população uma oferta cultural regular, enquanto une a comunidade e, nesta primeira peça em particular, até levar os participantes a conhecer as suas origens, numa verdadeira viagem no tempo”.
Prevê-se que este projeto permita o surgimento de duas a três peças de teatro por ano e a realização de apresentações em diferentes freguesias, assim como a criação de intercâmbios com outros grupos amadores.

A integração e participação no grupo é totalmente gratuita.

Percurso e obra de António Mota
António Mota cumpriu, em 2019, 40 anos de vida literária e foi homenageado publicamente pela Câmara Municipal de Baião, que lhe atribuiu a Medalha de Mérito Cultural.
Em 1979 escreveu o seu primeiro livro “A Aldeia das Flores”, iniciando uma das carreiras mais premiadas da literatura infantojuvenil portuguesa. Foi também agraciado pela Presidência da República com a Ordem da Instrução Pública. Vários dos seus livros encontram-se inscritos no Plano Nacional de Leitura.