Apresentados documentários sobre a Serra da Aboboreira (C/Áudio)

Realizou-se no passado dia 22 de setembro, a apresentação de dois documentários sobre a Serra da Aboboreira: “Aboboreira – A Serra Viva” e “Aboboreira em 3D”, produzidos pela Associação de Municípios do Baixo Tâmega.
Os filmes procuram auxiliar no objetivo de criar uma “Paisagem Regional Protegida” na referida serra e inserem-se numa estratégia de valorização da Aboboreira, que contemplou ainda uma estratégia de promoção e divulgação deste espaço, a sensibilização para a proteção e conservação da natureza e a promoção turística e valorização de recursos endógenos.
A sessão contou com a presença dos presidentes de Câmara dos 3 concelhos que partilham a Aboboreira  (Amarante, Baião e Marco de Canaveses) e Paulo Pereira, autarca Baionense,  em declarações à Rádio Montemuro, mostra a sua satisfação com os vídeos, e acredita que estes poderão atrair turistas e valorizar a região.

Cristina Vieira, Presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, destaca a importância do mesmo para o turismo e para a partilha do património natural da serra da Aboboreira.

 


O presidente da Câmara Municipal de Amarante, José Luís Gaspar, revela-se muito satisfeito com o resultado dos filmes, referindo ainda que gostaria de ver uma versão em inglês, de modo a levar os documentários ao estrangeiro e promover a Serra da Aboboreira fora de Portugal.

Declarações dos autarcas dos concelhos da Associação de Municípios do Baixo Tâmega, relativamente aos dois filmes documentais sobre a Serra da Aboboreira. O filme Aboboreira – A serra viva, será divulgado nas redes sociais da Associação e dos municípios no dia 24 de setembro, às 21h30. Já o filme Aboboreira 3D irá ser exibido nas escolas da região, de modo a sensibilizar os jovens dos concelhos para a importância de conhecerem o património da região e o protegerem.

 

Documentário "Aboboreira – A Serra Viva"

Estreia no dia 24 de setembro, às 21h30, o documentário "Aboboreira – A Serra Viva", que reproduz imagens de grande encantamento e beleza deste território natural partilhado entre Baião, Amarante e Marco de Canaveses.O documentário poderá ser visto na página de Facebook do Município de Baião.

Publicado por Município de Baião em Quarta-feira, 23 de setembro de 2020