Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Município do Marco de Canaveses ativou o Plano Municipal de Emergência

O Município do Marco de Canaveses ativou o Plano Municipal de Emergência. O objetivo segundo comunicado da autarquia marcuense é “garantir que todos os organismos públicos e privados e, principalmente, os cidadãos, integram organizadamente o esforço crucial de diminuir/impedir os contágios pelo novo Coronavírus”.

Segundo a autarca Cristina Vieira “a ativação do Plano de Emergência Municipal se justifica com “a necessidade de conter eventuais linhas de contágio face à evolução da situação epidemiológica da pandemia da Covid-19 e, principalmente, de preparar o melhor possível todo o apoio que as autoridades do âmbito da saúde e do âmbito psicossocial entenderem necessário e adequado para responder ao grande aumento que se prevê das necessidades das populações que venham a ser direta ou indiretamente afetadas pela COVID-19”.

A ativação do Plano de Emergência Municipal do Marco de Canaveses tem como objetivo também, a diminuição do contágio pelo novo coronavírus; Reorganizar os meios e recursos disponíveis do município, para apoiar as unidades de saúde (operacionalização, receção, triagem e encaminhamento dos utentes para as devidas unidades de referência); continuar e reforçar o apoio psicossocial, em especial aos cidadãos mais velhos ou/e com problemas de mobilidade; Garantir todo o material e apoio aos agentes de proteção civil e segurança; Garantir, ao abrigo do principio da subsidiariedade, junto das autoridades supramunicipais o pedido urgente de equipamentos de proteção individual, para que os profissionais de saúde e demais elementos envolvidos nas operações de proteção civil desempenhem as missões que lhes forem confiadas, preservando a integridade da sua segurança individual e coletiva, uma vez que já́ foram adquiridos os stocks disponíveis ao nível municipal e, ainda assim, são manifestamente insuficientes.

Cristina Vieira realça que “as semanas que se avizinham serão altamente desafiantes” mas que, “se todos cumprirem com serenidade as recomendações da Direção-Geral da Saúde e as
determinações relativas ao Estado de Emergência que foi declarado pelo Senhor Presidente da República, estaremos a contribuir para oferecer aos nossos profissionais de saúde e aos nossos agentes de proteção civil as melhores condições para, também eles, nos ajudarem da melhor forma o desafio que se aproxima”, conclui a autarca marcuense.

Até à data, o município de Marco de Canaveses registou quatro cidadãos infetados com o novo coronavírus.