Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Município de Penafiel vai oferecer pack´s com 3 máscaras em tecido à população

O Município de Penafiel vai oferecer à população um Kit composto por 3 máscaras, fabricadas em tecido, de acordo com as normas sanitárias em vigor.

A Câmara Municipal vai recorrer a empresas têxteis do concelho que se encontravam em lay-off, ou em profunda crise económica devido à forte quebra de encomendas. O pack será composto por três máscaras sociais, reutilizáveis, para cada família, entregues no domicílio residencial mediante o pedido por parte dos munícipes.

As empresas que vão participar no processo, duas na fase inicial, têm capacidade para produzir entre 4.000 a 6.000 máscaras por dia, prevendo-se que possam vir a fornecer depois, também, a outras entidades que delas necessitem, sendo que há já situações que vão obrigar as empresas à contratação de mais funcionários.

O projeto foi impulsionado pelo município penafidelense, sendo que a produção será feita por empresas de pequena/média dimensão da indústria têxtil do concelho de Penafiel, que normalmente se dedicavam à confecção de roupa e que, como consequência da pandemia tiveram elevadas quebras nas encomendas ou entraram em lay off.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa “ Esta iniciativa é das mais importantes que podemos lançar, porque por um lado vamos proteger os nossos concidadãos e por outro estamos a ajudar a economia local e, em alguns casos, a recuperar empresas que estavam já encerradas. Esta é uma crise complexa mas o mais importante é estarmos todos juntos neste combate e nunca baixarmos os braços.”

A máscara social reutilizável pretende servir como uma máscara barreira, para complemento das medidas de protecção e das regras de distanciamento social. As máscaras não são adequadas para a utilização por profissionais de saúde no exercício das suas funções, nem são um dispositivo médico.

O objectivo das mesmas passa por as pessoas as utilizarem quando deixam as suas casas e se deslocam para o local de trabalho, escola ou estabelecimentos comerciais, de forma a protegerem-se a si próprias e à comunidade.