Autarca Marcuense Cristina Viera aponta falhas graves às autoridades de saúde por falta de plano de rastreio

A autarquia de Marco de Canaveses realizou no passado dia 13 de maio, quarta-feira, uma conferência de imprensa, esclarecendo publicamente, quais as falhas que consideram graves, no que concerne à gestão da realização de testes de despistagem e controlo Covid-19, em relação à resposta das Autoridades de Saúde, nomeadamente a ARS Norte, Delegação de Saúde e ACES Baixo Tâmega.

A autarquia esclarece “que depois de várias correspondências trocadas, e não tendo obtido respostas sobre o Plano de Testes a realizar no concelho, nomeadamente os agentes de Forças de Segurança e Proteção civil e ainda as IPSS’s, o Município entende que devem ser prestados esclarecimentos sobre esse assunto”, como refere Cristina Vieira, Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses e responsável da Comissão Municipal de Proteção Civil em declarações à Comunicação social.

Declarações de Cristina Vieira Presidente da Câmara Municipal do marco de Canaveses e responsável da Comissão Municipal de Proteção Civil, a propósito das falhas que consideram graves, no que concerne à gestão da realização de testes de despistagem e controlo Covid-19, em relação à resposta das Autoridades de Saúde, nomeadamente a ARS Norte, Delegação de Saúde e ACES Baixo Tâmega.