Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Marco de Canaveses avança com Estratégia Local de Habitação no valor de 8 milhões de euros

Foi aprovada no passado dia 8 de junho, em reunião da Câmara Municipal de Marco de Canaveses a Estratégia Local de Habitação elaborada pelo Município de forma a aceder às linhas de financiamento contempladas no ‘1.º Direito – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação’.

Este é um investimento na ordem dos 8 milhões de euros a ser levado a cabo entre 2021 e 2026, sendo comparticipado pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU). A Estratégia Local de Habitação assenta em quatro objetivos:

  • Reconversão e reabilitação de edifícios do Município para arrendar, designadamente as Escolas desativadas;
  • Construção a custos controlados em zonas urbanas;
  • Reabilitação do Parque Habitacional existente, com especial relevo para o Bairro dos Murteirados e do Talegre;
  • Arrendamento de fogos para subarrendamento a famílias enquadráveis no ‘1.º Direito’;

Cristina Vieira, Presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, refere que, “este é um documento muito importante para que o Município do Marco de Canaveses possa reforçar a sua política de recuperação do parque de habitação social, pois vai permitir a candidatura a financiamento com esse fim, no âmbito do programa 1.º Direito. Trata-se de uma área prioritária, daí que tenhamos avançado, de imediato, com este trabalho, o que nos permite estar já em condições de nos colocarmos entre as primeiras autarquias a agarrar esta oportunidade”.

A elaboração do documento envolveu todos os membros do Conselho Local de Ação Social (CLAS), Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Juntas de Freguesia, para a realização do diagnóstico e caracterização da situação habitacional no concelho.
A estratégia da habitação  inclui também a medida ‘Marco Habita Jovem’ que possui o objetivo de apoiar financeiramente as famílias que vivem em situações de grave carência habitacional. Assim, o Município pretende também promover a atratividade e a fixação de famílias jovens no concelho.

“Esta Estratégia Local de Habitação aliada à publicação do também primeiro Regulamento do Parque Habitacional do Município do Marco de Canaveses, diz bem da preocupação deste Executivo na reflexão e na ação sobre a promoção do direito em todos os marcuenses para poderem aspirar, para si e para a sua família, a uma habitação condigna”, realça Cristina Vieira, autarca marcuense.
A Autarquia marcuense irá celebrar um  acordo de comparticipação e financiamento por parte do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, de forma a concretizar a estratégia, que ainda será apreciada em Assembleia Municipal.