Rota do Românico é um dos vencedores do concurso “Histórias do Património Europeu 2020”

O Projeto da Rota do Românico apelidado de Cuidadores do Património é um dos 11 vencedores do concurso “Histórias do Património Europeu 2020”, promovido pelo Conselho da Europa e pela Comissão Europeia.

O projeto está focado nas pessoas que cuidam do património cultural da região do Tâmega e Sousa, e até março de 2021 serão dinamizadas atividades como encontros, reportagens e publicações, com o objetivo de conhecer e valorizar o papel de todas essas pessoas. Ao todo, na Rota do Românico, são 44 cuidadores distribuídos por várias capelas, igrejas e mosteiros da região. Dois dos exemplos são pessoas como a Dona Rosinha que cuida, há 44 anos, da igreja do antigo Mosteiro de Travanca, em Amarante, ou a Dona Maria Odete e da sua irmã que desempenham igual função, há mais 14 anos, na Capela de Fandinhães, no Marco de Canaveses.

O concurso “Histórias do Património Europeu”, que se realiza todos os anos, começando em 2018, tem como objetivo reunir testemunhos de cidadãos e comunidades da Europa, com a missão de dar a conhecer a herança cultural da Europa.