Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Marco de Canaveses: terminada a instalação de infraestruturas elétricas na urbanização do Ordonho

O município do Marco de Canaveses acionou no ano passado as garantias bancárias necessárias para encontrar uma solução definitiva em relação às infraestruturas elétricas provisórias, que serviram durante 15 anos a urbanização do Ordonho, na freguesia de Alpendorada, Várzea e Torrão.

Desta forma o município “substituiu-se ao promotor do projeto na execução das infraestruturas, tendo em conta que as mesmas não foram executadas nos prazos previstos, nem depois de acrescidas as prorrogações legalmente previstas”.

“Com esta decisão acabámos definitivamente com os problemas de fornecimento de energia elétrica naquele loteamento. Agora os moradores podem finalmente constituir-se como clientes das empresas concessionárias e usufruírem de um serviço básico como eletricidade”, explica Mário Bruno Magalhães, que garante ainda que a Câmara Municipal “está a tentar resolver os problemas relacionados com as urbanizações, algumas delas inacabadas, existentes no concelho, de modo a corresponder às aspirações e exigências legítimas dos moradores que querem ver o espaço que escolheram para viver, finalizado e que lhes proporcione qualidade de vida. A Câmara Municipal é o garante de que os direitos destes moradores são salvaguardados”.

Em comunicado, o município refere que foi instalado um posto de transformação aéreo de 250 KVa de potência, e executada toda a rede de baixa tensão e de iluminação pública. Para esta fase da obra foi executada uma garantia bancária de cerca de 70 mil euros.