Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Marco de Canaveses vai investir mais 1.6 milhões de euros no ano letivo de 2020/21

A Presidente da Câmara Municipal de marco de Canaveses, Cristina Vieira, reuniu com as direções, corpo de assistentes operacionais e assistentes técnicos dos quatro agrupamentos de escolas do concelho em antevisão ao início do ano letivo de 2020/2021. Um dos temas abordados nas reuniões foi a nova responsabilidade do município marcoense, que é uma das autarquias que assumiu  um conjunto de novas competências na área da Educação delegadas pelo Governo no âmbito do processo de descentralização.

“O enquadramento institucional dos 283 funcionários que passam do quadro do Ministério da Educação para o da Câmara Municipal, a gestão e manutenção dos edifícios escolares e a organização dos transportes são só algumas das competências que recebemos e que maior responsabilidade nos trazem, mas estou certa que com esta gestão de proximidade iremos conseguir fazer mais e melhor. Este conjunto de reuniões com os Agrupamentos, um a um, têm como objetivos acolher e dar as boas vindas aos funcionários e definir estratégias para este ano letivo que está a ser preparado num contexto de grande imprevisibilidade”, refere Cristina Vieira.

A autarquia marcoense vai investir mais de 1,6 milhões de euros na área da educação durante este ano letivo, estando as verbas divididas em transporte escolar e circuitos especiais de transporte, nas refeições escolares, na dinamização das Atividades de Enriquecimento Curricular, na componente de Atividades de Animação e Apoio à Família, na aquisição de Equipamento de Proteção Individual e serviços de limpeza e higienização, decorrente da necessidade do tempo de pandemia. O montante anunciado não inclui as despesas município prevê investir na renovação e requalificação dos edifícios escolares nem os salários dos novos funcionários.

“Este investimento na Educação é fundamental para a promoção da igualdade de oportunidades no acesso e sucesso escolar, e vem reforçar e alargar o apoio às famílias. Trata-se de mais um financiamento para o bom funcionamento das escolas, a juntar ao também realizado ao nível da aquisição de equipamento básico e da conservação e manutenção dos vários equipamentos e edifícios escolares distribuídos pelo concelho, numa política de continuidade e construção da escolaridade para todos e de contributo para a redução do abandono escolar”, realça a autarca marcoense.

De recordar que já no âmbito da preparação deste ano letivo, a Câmara Municipal de Marco de Canaveses promoveu a 31 de julho uma reunião com todas as Juntas de Freguesia e Agrupamentos de Escolas com o intuito de programar atempadamente uma estratégia concertada que priorize a segurança e a confiança das comunidades educativas, minimizando o risco de transmissão da COVID-19, através de um conjunto de medidas preventivas que sejam uniformes em todo o parque escolar e educativo do concelho.