Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Autarquia de Baião lança desafio aos munícipes: o de completarem uma história iniciada pelo escritor António Mota

Celebrou-se ontem o Dia Mundial da Literacia, data escolhida autarquia de Baião para lançar um desafio aos cidadãos: o de completarem uma história iniciada pelo escritor António Mota.

“A leitura e a escrita são motivos ótimos para momentos bem passados em família. A partilha de saberes e de ideias faz-se também por esta via e pode contribuir para que todos, em especial os mais novos, reforcem o gosto pela leitura. Nesse sentido, ninguém melhor do que António Mota, que tem toda uma vida ligada
à literatura e à educação, para se associar a esta iniciativa”, refere o vice-presidente e vereador da Educação da Câmara Municipal de Baião, José Pinho Silva.

A iniciativa decorre até ao final do mês, sendo que pode enviar os seus textos para o e-mail educacao@cm-baiao.pt, que posteriormente serão depois compilados numa publicação virtual (e-book). O projeto insere-se no Mês da Alfabetização e das Literacias organizado pela Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos (APEFA), com o apoio da Associação Nacional de Municípios Portugueses

Veja a nota escrita por António Mota:

O meu aniversário sempre foi um dia especial. Adoro as velas acesas, adoro os convidados, adoro aquele bocadinho de tempo em que ficámos em silêncio antes de abrir as prendas. A minha tia Laurinda todos os anos me surpreende com prendas espetaculares. Este ano estava à espera que me desse um smartphone. Mas isso, infelizmente, não aconteceu. Dentro do embrulho escondia-se um livro. Na capa está escrito: DICIONÁRIO DE BAIÃO. Sem grande vontade, abri-o. Lá dentro não havia uma única letra. As páginas eram um oceano de brancura.