Covid-19: Lar da Misericórdia de Castelo de Paiva com 46 casos positivos

O Lar da Misericórdia de Castelo de Paiva, tem atualmente  46 casos de infeção pelo novo coronavírus, dos quais 28 em utentes e 18 em colaboradores, revelou esta terça-feira o presidente da Câmara local, Gonçalo Rocha.

Segundo a edição do jornal Correio da Manhã “ o plano de contingência foi ativado na instituição e a situação está a ser acompanhada pelas autoridades de saúde, “cumprindo-se tudo o que é determinado nestas situações”.

O presidente lamenta esta terça-feira o que está a acontecer, nomeadamente o aumento de casos no concelho, mas recorda que está em linha com a tendência que se observa no país e na região, frisando que “nada está a ser escondido da população” por parte do município.

Gonçalo Rocha disse, por outro lado, já ter havido necessidade de colocar turmas da escola secundária em quarentena e referiu a existência de “alguns” casos de covid-19 na empresa Bradco, a maior empregadora do concelho, onde foi acionado o plano de contingência.

O presidente da câmara apelou esta terça-feira à responsabilidade “de todos, sem exceção”, para tentar suster a propagação da doença, num momento que está a ser “muito difícil” e que só uma vacina poderá resolver.

Porém, para o autarca, “o concelho e o país não podem parar, porque a economia não resistiria se isso acontecesse”.

Recordar que  situação no lar foi espoletada na semana passada, após uma utente da instituição ter testado positivo, tendo sido determinada a realização de teste de despiste à COVID19 a todos os funcionários e utentes cuja colheita.