Recolher obrigatório nos 121 concelhos considerados de risco a partir das 23h e ao fim de semana a partir das 13h

Ouvir a Notícia

António Costa acabou de revelar ao país, as novas medidas de combate à pandemia  Covid-19, que entram em vigor amanhã, dia 9 de novembro.

A primeira medida passa pelo ” controlo de temperatura corporal” no acesso a locais de trabalho, estabelecimentos de ensino e meios de transporte”.

Outra é a possibilidade de realização de testes de diagnóstico para acesso a estabelecimentos de saúde, lares, estabelecimentos de ensino, na entrada e saída do território nacional e estabelecimentos prisionais”.  

Em terceiro lugar, a utilização de estabelecimentos de saúde dos setores privado e social”. Vai ainda haver a “mobilização de recursos humanos para reforço da capacidade de rastreio”, através de trabalhadores do setor público como professores ou até militares das Forças Armadas.

A medida mais restritiva é a “limitação de circulação na via pública nos 121 concelhos considerados de de risco, entre as 23h  e as 6h”.

“Nos próximos dois fins de semana haverá uma limitação da circulação na via pública nos 121 concelhos ao fim de semana a partir das 13 horas”, referiu António Costa.

Recordar que na região do Tâmega e Sousa, apenas o município de Resende não faz parte destes 121 concelhos, considerados “de alto risco”. 

Nós temos mais de 6 mil novos casos por dia. Significa isto que as medidas adotadas desde outubro não tem sido suficientes para controlar o crescimento da pandemia”, começou por apontar o primeiro-ministro no início da sua intervenção.

Na passada sexta-feira, ao início da manhã, em entrevista à Antena 1, o primeiro-ministro salientou que as medidas incluídas no decreto de estado de emergência não terão de ser todas adotadas em simultâneo.