Ministério da Saúde assina acordo dez Misericórdias da região Norte

Ouvir a Notícia

A Ministra da Saúde, Marta Temido, acompanhou  o Primeiro-Ministro, António Costa, na cerimónia de assinatura dos Acordos de Colaboração entre o Ministério da Saúde e dez Misericórdias da região Norte (Esposende, Fão, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Póvoa do Lanhoso, Riba d´Ave, Valpaços,  Vila do Conde e Vila Verde).

“Estamos aqui a dar mais um passo no cumprimento do programa do Governo para a área da Saúde, e cujo principal desígnio passa por um Serviço Nacional de Saúde (SNS) mais justo e inclusivo que responda melhor às necessidades da população”, referiu a Ministra da Saúde, acrescentando: “Um SNS mais justo e inclusivo faz se com respostas de proximidade e humanização”.

Para Marta Temido, esta cerimónia realizada em Vila Verde representa também mais um sinal do empenho do Governo no reforço de uma parceria com uma longa tradição.

“As Misericórdias não são apenas um dos parceiros fundamentais na prestação de cuidados mas também são uma expressão prática dos valores solidários, e que contribuem diariamente para a satisfação das necessidades coletivas, nomeadamente dos mais fragilizados”, sublinhou.

 

António Costa, que no início da sua intervenção elogiou os portugueses pelo esforço de adaptação às medidas de recolhimento no fim-de-semana e pelo respeito e civismo demonstrado, voltou a apelar a todos para que através do cumprimento das regras possam também ajudar os profissionais de saúde.

“Só o esforço coletivo pode permitir travar a expansão da pandemia”, frisou.

O Primeiro-Ministro quis também deixar um “sincero” agradecimento a todas as Misericórdias do país, em particular a estas 10 com quem foram assinados os acordos de colaboração, desejando que este “bom exemplo” possa ser aplicado nas restantes regiões. “Apelo a todos que se inspire neste exemplo para que o possamos multiplicar. Há ainda 390 Misericórdias com”, reforçou.