Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Autarquia de Baião assegurou transporte de 26 cidadãs para instalações da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Cerca de 26 cidadãs baionenses, que realizaram rastreios ao Cancro da Mama, e que precisavam de repetir os mesmos ou de fazer consultas de aferição, deslocaram-se hoje às instalações da Liga Portuguesa Contra o Cancro, no Porto. O transporte assegurado pela autarquia de Baião, surge da  articulação entre o pelouro dos Assuntos Sociais da autarquia e o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Tâmega.

Durante as próximas semanas será assegurada outra viatura que fará novamente o transporte de utentes que necessitem de se deslocarem à sede da Liga
Portuguesa Contra o Cancro.

Este apoio tem como objetivo “contribuir para a prevenção e diagnóstico precoce da doença”, explica o Vice-presidente da Câmara de Baião e responsável pelo Pelouro dos Assuntos Sociais, José Pinho Silva. “Colaboramos ativamente com as autoridades de saúde e com a Liga Portuguesa Contra o Cancro porque entendemos que este é um assunto de grande importância e pode fazer a diferença para a saúde e para o bem-estar destas cidadãs”, acrescentou.

“Como habitual, após referenciadas pelas unidades de saúde do concelho de Baião, as mulheres com mais de 50 anos são convocadas para a realização do rastreio ao cancro da mama, que é efetuado pela Liga Portuguesa Contra o Cancro”,  refere  a autarquia baionense.

De acordo com a Liga Portuguesa Contra o Cancro, após a realização deste exame por vezes é ser necessária a sua repetição ou encaminhamento para consulta de avaliação. Esta consulta não significa que a utente tenha algum problema grave e na grande maioria dos casos serve apenas para esclarecer qualquer dúvida.