Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Município de Baião vai avançar com o restauro da Igreja de Santa Marinha do Zêzere

Foi aprovada a candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Baião aos fundos comunitários para a conservação e restauro da Igreja Paroquial de Santa Marinha do Zêzere. Os fundos europeus, no âmbito do programa Património Cultural vão financiar 85% do valor da empreitada, a ser lançada a concurso público pela Câmara Municipal de Baião. O valor base da intervenção está estimado em 372 mil euros, com 15% deste valor a ser suportado pela autarquia baionense.

A Igreja de Santa Marinha do Zêzere é uma das classificadas no concelho de Baião como Monumento de Interesse Público. Há também um protocolo já formalizado com a Diocese do Porto que permite que as igrejas estejam com portas abertas a visitas. A empreitada pretende melhorar as condições de utilização da igreja por parte da comunidade, e também valorizar o património cultural e artístico ali existente e inserem-se na estratégia de atração de visitas à região, condição importante para a atribuição de apoios para a obra.

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, refere que “Na Câmara Municipal fizemos um trabalho muito atento e dedicado para que esta candidatura pudesse ter sucesso. Com estes apoios iremos garantir a valorização de um património local de grande importância e rentabilizar mais os recursos ao nosso dispor, para servir os baionenses”.

O presidente da Junta de Santa Marinha do Zêzere, Manuel Pereira lembrou  “o diálogo com o presidente da Câmara Municipal, Paulo Pereira já existia há algum tempo sobre a importância de realizarmos obras na nossa Igreja património. No verão de 2020 o Presidente Paulo Pereira contactou-me para visitar o local com o Diretor Regional de Cultura do Norte e pudemos mostrar toda a importância do nosso património. Valeu a pena o esforço e a dedicação que pusemos neste processo, porque vai ser mais um investimento importante, nomeadamente no interior da igreja que é muito rico em termos decorativos e, também, na recuperação do órgão de tubos. É uma obra para os nossos habitantes, mas também esperamos que possa atrair mais pessoas à nossa freguesia”.
Já o pároco de Santa Marinha do Zêzere, Filipe Azevedo refere que a intervenção será  “uma mais-valia muito grande, não apenas para o culto, mas também para valorizar o património da nossa terra. Esta igreja é muito bonita, nomeadamente os altares, os tetos e o órgão de tubos, que não se vê em qualquer sítio. Fico contente que possamos cuidar deste património. Acho que estas obras vão beneficiar a comunidade, também no plano cultural, turístico e até educativo”.
A empreitada vai contemplar trabalhos de construção civil e de eletricidade, entre eles revisão da cobertura, rebocos interiores, substituição de portas e pinturas. O Orgão de Tubos da igreja também será alvo de conservação e restauro, aí serão desenvolvidos trabalhos de restauro da máquina e dos instrumentos, bem como, substituição de madeiras da caixa. Serão feitas correções na rede elétrica e beneficiada a iluminação do altar e da nave e coro. Serão, ainda, restaurados os retábulos e vários elementos decorativos do interior da igreja.