Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Penafiel: Homem de 59 anos com pulseira eletrónica por violência doméstica

Um homem de 59 anos, foi detido por violência doméstica, no concelho de Penafiel.

A detenção teve lugar “No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito, movido por ciúmes excessivos, controlava os movimentos da vítima, sua esposa de 57 anos, com quem estava casado há cerca de 41 anos. Durante o matrimónio, o suspeito impedia a vítima de manter relações de amizade com outras pessoas, isolando-a socialmente, dirigindo-lhe ainda diariamente ofensas físicas e psicológicas, através de puxões de cabelos e pontapés nas pernas, bem como ofensas verbais e humilhações constantes. Num dos últimos episódios de violência, o agressor, com recurso a uma faca de cozinha, ameaçou a vítima que lhe ia cortar o pescoço, provocando-lhe medo e receio pela própria vida, motivos que a levaram a pedir o divórcio. Após o pedido de separação, o agressor passou a adotar uma postura mais agressiva, violenta e imprevisível, factos que levaram à sua detenção”, refere em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR).

O detido foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde ficou sujeito a proibição de contactar a vítima por qualquer forma ou meio ou por interposta pessoa, controlado por pulseira eletrónica.

Esta foi uma investigação conjunta do Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel.