Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Autarquia de Castelo de Paiva solicitou Estudo Fitossanitário e de Avaliação do Risco das Árvores do Largo do Conde

A autarquia de Castelo de Paiva solicitou um novo Estudo Fitossanitário e de Avaliação do Risco das Árvores, no âmbito da requalificação do Largo do Conde, e  Praça da Independência.

As obras estão a decorrer a bom curso, refere a autarquia paivense, no âmbito da qual estão a ser colocadas todas as infraestruturas, abastecimento de água, águas residuais, águas pluviais, rede elétrica entre outras.

Em relação ao estudo Fitossanitário, este determinou a necessidade de se efetivar o corte de 10 árvores (tílias) uma vez que a pouca estabilidade das mesmas e consequente segurança para pessoas e bens que daquela resulta, não permite que se mantenham.

Em relação a esta decisão, a autarquia refere “Não obstante, as árvores abatidas serão substituídas por outras mais jovens e com mais condições de desenvolvimento e adaptação ao novo espaço. A decisão que agora se impõe, apesar de difícil, não poderia ser outra quando confrontados entre a manutenção das árvores e a garantia da segurança de pessoas e bens, forçosamente temos de optar por esta última”, concluindo “Certo que compreenderão esta nossa difícil decisão, com a promessa que brevemente teremos de volta o nosso Largo do Conde, aprazível, bonito, funcional e aberto a todos”.