Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

A CIM do Tâmega e Sousa participou na terceira visita de estudo DigiBEST

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa participou na terceira visita de estudo do projeto europeu DigiBEST  (Digital Business EcoSystem Transformation), que é um consórcio europeu na área da promoção da competitividade das Pequenas e Médias Empresas através da transformação digital. O evento em questão contou com a presença de cerca de 50 especialistas em tecnologias de informação e comunicação de seis países europeus, designadamente a Áustria, Espanha, Itália, Letónia, Noruega e Portugal.

A visita foi organizada pelo Ministério da Proteção Ambiental e Desenvolvimento Regional da República da Letónia, um dos parceiros do projeto. Tendo em conta as restrições relacionadas com a pandemia de COVID-19, a visita decorreu em formato online, o que permitiu alargar a participação a mais especialistas em tecnologias de informação e comunicação, empresários, parceiros, entidades públicas e organizações não-governamentais.
O foco da mesma assentou na apresentação de quatro boas práticas implementadas por entidades públicas e privadas da Letónia, focadas no aumento da competitividade e espectro de mercado das PME, através da introdução de tecnologias de informação e comunicação no seu negócio. Os quatro exemplos dados, mostram, segundo a CIM do Tâmega e Sousa, uma grande possibilidade de ser replicado na região do Tâmega e Sousa.
Já em 2019, no âmbito do projeto DigiBEST, a CIM do Tâmega e Sousa assumiu a organização da primeira visita de estudo, sendo que a segunda visita de estudo foi organizada pela Província de Granada, Espanha, em novembro do ano passado, em formato online.
O DigiBEST é um projeto de cooperação inter-regional cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e pelo Governo da Noruega, através do programa INTERREG EUROPE. O principal objetivo do mesmo é promover a competitividade das PME através da sua transformação digital, propondo soluções para aumentar sua capacidade de usar tecnologias avançadas e novas abordagens de negócios inovadoras, traduzindo-se na melhoria do desenvolvimento económico geral e do emprego.