Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Marco de Canaveses já prepara época de incêndios

Realizou-se na última sexta-feira, 16 de abril, a reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta do Marco de Canaveses que aprovou o Plano Operacional Municipal (POM) e a recalendarização do planeamento das ações de prevenção Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios para o ano de 2021.

O Plano Operacional Municipal é um documento fundamental para a coordenação dos meios e ações das entidades de proteção civil, existentes no município, envolvidas na prevenção e combate a incêndios rurais: Serviço Municipal de Proteção Civil, Gabinete Técnico Florestal do Município, GNR, Bombeiros, Sapadores Florestais e Unidades Locais de Proteção Civil.

Recorde-se que, em  Marco de Canaveses, existem, desde 2018, três Unidades Locais de Proteção Civil (Soalhães, Marco e Penha Longa e Paços de Gaiolo), cujo funcionamento é assegurado por voluntários e pelas respetivas juntas de freguesia, cujo papel de apoiar na vigilância e primeira intervenção, no combate e no rescaldo aos incêndios florestais tem merecido reconhecimento pelos restantes agentes de proteção civil.

 

No âmbito da estratégia de prevenção, o investimento Municipal para 2021 é de 64 820 €, para assegurar as ações previstas na recalendarização do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios aprovado, que inclui a execução de 80,57 hectares de Faixas de Gestão de Combustível (limpeza dos matos numa largura de 10 metros para cada lado dos caminhos) dos quais já foram executados até à data 20,8 hectares.

 

Foram ainda executados 16 hectares de Mosaicos de Parcelas de Gestão de Combustível com o recurso a fogo controlado, uma estratégia que permite o acesso seguro das forças de combate aos incêndios florestais, facilitando uma intervenção direta de combate ao fogo e fazendo diminuir a superfície percorrida por grandes incêndios.