Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Marco de Canaveses: Entrou hoje em funcionamento o gabinete de apoio às vítimas de violência doméstica

Entrou hoje em funcionamento, o gabinete de apoio às vítimas de violência doméstica, localizado no edifício do Marco Fórum XXI, no Centro da Cidade.

O apoio é gratuito e confidencial, podendo ser prestado independentemente do concelho de residência da vítima ou da pessoa que o procure, ou seja em cada um dos 11 gabinetes do Tâmega e Sousa (um por concelho).  Para o efeito, a estrutura de atendimento dispõe de uma equipa técnica multidisciplinar nas áreas do serviço social, psicologia e direito.

“A abertura deste espaço era um anseio e uma preocupação deste Executivo, por isso, hoje é um dia especial para o Marco de Canaveses porque concretizamos mais um importante projeto na Área Social. Com esta resposta consolidamos a estratégia municipal para a igualdade, construindo assim um Marco mais igual”, referiu a presidente da Câmara, Cristina Vieira.

A estrutura destina-se a atender as vítimas de violência doméstica e todas as outras pessoas que procurem apoio neste âmbito, assegurando-lhes apoio social, psicológico e jurídico, encaminhamento para apoio médico, contando com a colaboração das instituições do Serviço Nacional de Saúde, encaminhamento para apoio social e formativo, através do sistema de proteção social, possibilitando-lhe o acesso a benefícios sociais adequados, bem como a programas de formação profissional e garantia de segurança em todo o processo, através de proteção policial e do plano de segurança, entre outros.

O VIVO: Gabinete de Apoio à Vítima funcionará de segunda a sexta-feira, entre as 9h00 e as 12h30 e entre as 14h00 e as 17h30, podendo outro horário ser adequado e acordado com as vítimas, através de contacto telefónico, de forma a possibilitar a conciliação com a sua vida profissional, pessoal e familiar.

A criação desta estrutura de atendimento às vítimas de violência doméstica insere- se no âmbito da operação “Rede Intermunicipal e Integrada de Apoio à Vítima – RIIAV do Tâmega e Sousa”, promovida pela CIM do Tâmega e Sousa e cofinanciada pelo POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, através do FSE – Fundo Social Europeu.