Associação de Municípios do Baixo Tâmega passa a designar-se Associação de Municípios do Douro e Tâmega

Ouvir a Notícia

A Associação de Municípios do Baixo Tâmega, chama-se agora Associação de Municípios do Douro e Tâmega, depois de ver aprovada a alteração do nome na última Assembleia Intermunicipal.

Esta mudança tem como objetivo identificar “de forma mais fiel a abrangência territorial desta associação de municípios, que engloba os concelhos de Amarante, Baião, Celorico de Basto, Marco de Canaveses e Resende, o que corresponde a uma área de 982,22 km2 e a 160 mil habitantes.

Esta mudança de designação é acompanhada por uma alteração da identidade visual da organização, que passa a refletir os rios, as serras, as tradições, a natureza, o património e também o vinho – produto endógeno de excelência de todos os municípios que compõem esta associação de municípios”, lê-se no comunicado enviado à redação da Rádio Montemuro.

O Conselho Diretivo da Associação de Municípios do Douro e Tâmega é presidido pelo presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira. No início do ciclo autárquico 2017/2021, foram definidos vários objetivos estratégicos para esta associação de municípios:

o Dar massa crítica à Associação de Municípios;

o Criação de uma rede mais alargada de recursos;

o Oferecer à Associação de Municípios, um carácter intermunicipal, “interdistrital”, que proporcione mais valias visíveis no planeamento estratégico das suas áreas de intervenção e na elaboração e execução de projetos financiados e não financiados.

Estes objetivos foram alcançados através de várias iniciativas, mas também por via das adesões de Marco de Canaveses (2018) e de Resende (2019).