Autarquia do Marco de Canaveses vai abrir o concurso para a reformulação da ETAR de Ponte das Tábuas

Ouvir a Notícia

Num preço base de 2.728.026,60€, foi aprovado a abertura de concurso público para a adjudicação da empreitada de reformulação da ETAR de Ponte das Tábuas, pela autarquia marcuense.

O objetivo é o de “dotar a ETAR de Ponte das Tábuas de tecnologia de última geração e, assim, eliminar um passivo ambiental que durante mais de uma dezena de anos tem vindo a causar graves problemas no bem-estar da população na zona abrangente e permitir que o rio de Galinhas volte a possuir um curso de água de que a população possa desfrutar”, explica a autarquia. Os trabalhos vão incidir na  instalação de condutas de abastecimento de água e coletores de águas residuais, para além da construção de duas estações elevatórias de águas residuais.

“É com bastante satisfação que abrimos o concurso para a adjudicação desta empreitada, que é estruturante para o concelho do Marco de Canaveses. A ETAR de Ponte das Tábuas vai servir um total de cerca de 10 mil marcuenses, o que, por si só, já é mostra da sua importância”, afirma Mário Bruno Magalhães, Vereador da Câmara Municipal com os Pelouros do Ambiente e Serviços Urbanos e Urbanismo e Obras Públicas.

A empreitada vai ser financiada em um milhão de euros pelo POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos e foi ainda celebrado um protocolo de entendimento com as Águas do Marco, através do qual foi estabelecido que o investimento realizado na empreitada da ETAR de Ponte das Tábuas será deduzido à eventual futura verba a pagar pela Câmara Municipal à empresa na sequência da modificação unilateral do contrato de concessão decidida pela Câmara Municipal em 2007. A obra tem um prazo de execução de 15 meses.