CIM do Tâmega e Sousa assina acordo de colaboração sobre a viabilidade de construção da linha do Vale do Sousa

Ouvir a Notícia

Com o objetivo de avaliar a viabilidade da construção de uma solução ferroviária para o eixo Valongo – Felgueiras, mais conhecida por linha do Vale do Sousa, a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM),  Infraestruturas de Portugal, a Área Metropolitana do Porto e os municípios de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, assinaram um acordo de colaboração.

“A avaliação preliminar consistirá no desenvolvimento de quatro estudos: um estudo das condições para implementação de um sistema ferroviário, incluindo o seu modelo de exploração, para avaliar traçados, localização das estações, frequências de serviço, custos e impacto da nova linha na estrutura horária existente e a eventual necessidade de reforço da rede; um estudo de viabilidade técnica e ambiental, para avaliar a exequibilidade, do ponto de vista da engenharia, das soluções de comboio pesado e ligeiro; um estudo de procura potencial de passageiros; e uma análise de custo- benefício, para verificar a viabilidade do projeto, tendo em consideração os custos estimados resultantes do estudo de viabilidade técnica e ambiental e as conclusões do estudo de procura”, refere a Comunidade Intermunicipal.

A CIM do Tâmega e Sousa e os seus municípios associados – Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, em parceria com a Área Metropolitana do Porto e os seus municípios de Valongo e Paredes, ficam assim responsáveis pelo estudo de procura, através do qual se pretende determinar, com maior exatidão e contexto envolvente, o potencial de passageiros associados à implementação do projeto. Os outros três estudos serão realizados pelas Infraestruturas de Portugal. Os estudos já se encontram na fase inicial de execução.