Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

A campanha Compre em Baião regressa no próximo dia 1 de novembro

A campanha Compre em Baião, promovida pela Associação Empresarial de Baião (AEBaião) com o apoio da Câmara Municipal de Baião, está de regresso entre os dias 1 de novembro e 15 de dezembro de 2021. Esta irá premiar os clientes que fazem compras no comércio tradicional.

Quem se dirigir a qualquer uma das lojas aderentes e cujo valor de compra seja igual ou superior a 30€ recebe um bilhete para raspar. Caso o bilhete seja premiado, o cliente pode utilizar o valor descrito no bilhete numa compra posterior, desde que o faça em estabelecimentos aderentes à iniciativa e em compras superiores ao valor premiado.

“As lojas de comércio local são essenciais para a coesão social e económica do nosso concelho. Quando falamos de um estabelecimento comercial não falamos apenas de um local físico. É feito de gente, de famílias, dos nossos amigos, vizinhos… Uns negócios são mais recentes, outros têm tradição, mas todos são fundamentais. Os últimos dois anos ajudaram realmente a recordar como é importante comprar perto de casa, mas os nossos empresários e comerciantes continuam a precisar de nós. A Associação Empresarial de Baião quer ajudá-los de forma contínua e esta é uma estratégia de incentivo abrangente a todos os que se queiram associar, com a certeza que juntos somos mais fortes”, salienta Maria Miguel, presidente da AEBaião.

O vereador dos Assuntos Económicos da Câmara Municipal de Baião, reforça que “A Câmara Municipal de Baião está sempre ao lado das instituições locais que promovem o nosso tecido empresarial, as pessoas e o nosso território. Relativamente a esta iniciativa em concreto, temos um mês e meio em que o consumidor final pode dirigir-se aos estabelecimentos aderentes e habilitar-se a prémios de valores consideráveis. Faz todo o sentido, numa ótica de promoção dos nossos produtos, das empresas do concelho e é uma dinâmica importante para estimular a economia local”, enaltece o vereador, acrescentando que “apesar de Baião ter estado num bom patamar no que diz respeito ao acolhimento de turistas e isso ajudar nomeadamente a restauração, esta é uma forma de abranger diferentes setores económicos”.