A AMBT vai promover sessões de dinamização e sensibilização para a importância do turismo de natureza na região

Ouvir a Notícia

A Associação de Municípios do Baixo Tâmega (AMBT), em articulação com a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) e os 11 municípios que a integram, vai levar a cabo um conjunto de sessões de dinamização e sensibilização para a importância do turismo de natureza na região do Douro, Tâmega e Sousa.

Estas sessões serão dirigidas aos atores públicos e privados do setor do turismo e sociedade civil com interesse na temática, com o objetivo de mobilizar a comunidade para o trabalho em desenvolvimento pela Biosphere Portugal, nomeadamente, “colher contributos para a definição e estruturação de uma rede de oferta de turismo de natureza na região, contribuir para a capacitação e qualificação dos agentes públicos e privados ligados ao turismo, abordando temáticas como o desempenho e promoção do negócio, a sustentabilidade, o trabalho em rede, o marketing digital, entre outras” refere a AMBT.
No total serão realizadas 11 sessões, uma por município (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel e Resende). Durante o mês de novembro estão já agendadas três sessões: em Felgueiras, em Lousada e em Penafiel.

A primeira sessão está marcada para a próxima quarta-feira, dia 17, às 10h00, no Auditório Municipal de Felgueiras, sediado nos paços do concelho, e contará com a participação do Secretário-Geral da AMBT, Ricardo Magalhães, do Primeiro-Secretário da CIM do Tâmega e Sousa, Telmo Pinto, e do Vereador da Câmara Municipal de Felgueiras com o pelouro do turismo, Joel Costa. Seguem-se as sessões de Lousada, no dia 23, e de Penafiel, no dia 30.
Esta Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Turismo para Todos é constituída por seis ações-chave, uma por parceiro, sendo uma delas, da responsabilidade da AMBT, dedicada ao turismo de natureza. Esta ação-chave surgiu da necessidade de valorizar o turismo de natureza e o turismo desportivo no território do Douro, Tâmega e Sousa, apresentando como principais objetivos o aumento da coesão territorial, o reforço de identidade, da competitividade e qualificação e o aumento da notoriedade e valorização territorial.
A Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Turismo para Todos é cofinanciada pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.