Museu Municipal de Resende inaugurou a exposição “Paredes de Estuque”

Ouvir a Notícia

Foi inaugurada, no passado dia 7 de janeiro a exposição de pintura “Paredes de Estuque”, de Jorge Marinho, patente no Museu Municipal de Resende.

A mostra exibe trabalhos que retratam a violência doméstica, com o artista a referir que inicialmente queria criar uma parede com 50 rostos de mulheres que fizesse refletir “Porque é que a violência doméstica ainda existe?” , e que como artista, e elemento da sociedade, tem a responsabilidade de dar o alerta. Jorge Marinho acrescentou que pediu a pessoas para darem a cara pela violência doméstica e as mesmas recusavam pelo estigma que consideram estar associado às vítimas. Decidiu então enveredar pela presente exposição com quadros que permitissem olhar e compreender as mensagens inerentes à problemática.

A cerimónia, reservada apenas aos participantes, foi transmitida em direto pelo Facebook da autarquia resendense, de forma a chegar a toda a população, e contou com a presença da Vereadora da Cultura, Carla Costa, que foi a anfitriã, e da Vereadora da Ação Social, Maria José Dias, que também interveio dando a conhecer o Serviço de Apoio à Vítima, existente no Município desde abril de 2021.

Carlos Francisco e João Daniel, Professores da Academia de Música do Município de Resende, abrilhantaram a cerimónia com a interpretação de temas musicais.

A exposição vai estar patente até ao dia 13 de março de 2022, podendo ser visitada mediante cumprimento das normas da DGS.