Paulo Pereira reuniu com o novo diretor regional do INEM da região norte

Ouvir a Notícia

O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, reuniu no passado dia 17 de janeiro, com o diretor regional do INEM da região norte, António Gandra D´Almeida, que assumiu funções no passado mês de novembro.

O novo diretor regional é Médico, com especialidade em Cirurgia Geral e competência em Emergência Médica e Medicina Militar, sendo Major do Exército português.

A reunião entre o autarca e António Gandra D’Almeida permitiu abordar diferentes assuntos relacionados com emergência médica, como a importância de colaboração com o poder local e também com as corporações de bombeiros.

Foi também debatida a vertente de formação de operacionais para a Emergência Médica, em dimensões como Tripulante de Ambulância de Socorro (TAS) ou em Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa.

António Gandra D’Almeida manifestou desejo de realizar ações de formação descentralizadas a breve prazo, tendo Paulo Pereira manifestado disponibilidade para colaborar na implementação destas formações no concelho de Baião, existindo também abertura para colaborar por parte das Associação Humanitárias de Bombeiros do concelho.

O autarca baionense referiu que é importante existirem mais apoios para as entidades que exercem missões de socorro e emergência médica em territórios do interior e de baixa densidade. Porque os custos operacionais (relacionados com deslocações e desgaste de viaturas) são superiores aos verificados em meios urbanos. Segundo a autarquia baionense, “no interior, as missões exigem muitas vezes que sejam percorridos mais quilómetros e possuem uma duração superior, o que obriga à mobilização de meios técnicos e humanos em maior número ou durante períodos mais longos.”

O edil baionense destacou ainda a importância de formar mais operacionais habilitados para intervenções de emergência, nomeadamente que pudesse haver mais do que uma formação gratuita por ano para formação de técnicos de ambulância de socorro.

Foi ainda formulado o convite para que o diretor do INEM para a região norte possa voltar a Baião numa ocasião futura, para participar num encontro mais alargado com outros agentes do território, nomeadamente representantes das Associações Humanitárias de Bombeiros.