Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Endoenças- 50 mil tigelinhas vão iluminar as margens de Penafiel, Marco de Canaveses e Castelo de Paiva

Têm início na próxima quinta-feira as celebrações das Endoenças, classificada em 2015 pelo Município de Penafiel e inscrita no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

As Endoenças constituem um evento secular de turismo religioso ímpar, no qual milhares de tigelinhas iluminam as duas margens do rio Tâmega, a freguesia de Alpendorada, Várzea e Torrão, concelho de Marco de Canaveses, o lugar de Entre-os-Rios, concelho de Penafiel e ainda o lugar de Boure na margem esquerda do rio Douro, pertencente ao concelho de Castelo de Paiva, lugares que constituem antigo Couto de Entre-os-Rios.

Até ao ano de 1941, os barcos eram usados para fazer a travessia entre as duas margens. Atualmente, até os barcos são usados para iluminar. Da proa à ré, do casco ao topo dos mastros, as embarcações também participam neste espetáculo único de luz, que ainda dá mais brilho às comemorações Pascais.

As celebrações terão início pelas 20h00, com a Missa da Ceia do Senhor, na Igreja Paroquial de Santa Clara do Torrão. Já na sexta-feira, dia 15 de abril, pelas 15h00 , a Procissão do Enterro do Senhor cumpre o percurso inverso, de regresso à Igreja Paroquial de Santa Clara do Torrão, no Marco de Canaveses.

Segundo a liturgia católica, as Endoenças são uma alusão à sexta-feira Santa, dia de indulgência na Península Ibérica, no qual era dada a absolvição aos fiéis. Com o passar do tempo, este conceito mudou para o dia anterior, quinta-feira Santa.

À semelhança de anos anteriores, as autarquias do Marco de Canaveses e de Penafiel comparticipam as mais de 50 mil tigelinhas que vão iluminar as margens dos rios Tâmega e Douro.