17.ª edição da Extreme Lagares XL está de regresso nos dias 6, 7 e 8 de maio

Ouvir a Notícia

Entre a cidade e a serra, serão três dias memoráveis e repletos de novos desafios, a começar por um inédito Prólogo que será realiz17.ª edição da Extreme Lagares XL está de regresso nos dias 6, 7 e 8 de maio.ado junto ao rio Douro, mas agora na margem oposta, em pleno Cais de Gaia”, refere a organização.

Estão  confirmados mais de 240 pilotos no conjunto das várias classes em competição (Pro, Expert, XL, Amador e Veteranos), numa lista encabeçada pelos dois pilotos oficiais da Sherco, o sul-africano Wayde Young, vencedor em 2017, e o espanhol Mário Roman, que se impôs na edição de 2019. Os britânicos Billy Bolt (vencedor em 2018 e 2021) e Graham Jarvis (também com dois triunfos, em 2010 e 2012), ambos da equipa oficial Husqvarna, deverão ser os próximos a confirmar presença na prova portuguesa.

O primeiro dia da Extreme Lagares XL tem início pelas 09h00 de sexta-feira, com a realização dos treinos cronometrados para o Endurocross, na pista desenhada no Campo de Manobras da Serra do Pilar. A partir das 18 horas, as classes XL, Amador e Veteranos cumprem as semifinais e finais do Endurocross.

No sábado, as atenções vão repartir-se entre o Prólogo que será disputado por todos os concorrentes no Cais de Gaia, a partir das 12 horas, e as finais do Endurocross para as classes Pro e Expert, entre as 19 e as 22 horas.

O último dia, domingo, fica reservado para o percurso principal, que se desenrolará pelos trilhos da serra da Boneca, nos concelhos de Penafiel e Paredes, numa distância de cerca de 56 km, com duas zonas de assistência pelo meio. A partida está marcada para as 10 horas e a entrega de prémios para as 17h30.

Para o Vereador com o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Penafiel, Pedro Cepeda, “a Extreme XL Lagares é já uma referência a nível mundial e Penafiel tem o privilégio de ser palco deste fantástico evento. São 3 dias de muita competitividade, emoção e adrenalina. Uma excelente organização que conta já com 17 edições e que queremos continuar a apoiar.”

Todos os anos, procuramos fazer algo de diferente e introduzir algumas novidades na prova, quer para desafiar a resistência e a habilidade dos pilotos, quer também para aumentar a espetacularidade e a emoção de quem assiste à corrida… Este ano não será exceção. Vamos ter uma elevada percentagem de novos trilhos, a passagem por alguns dos locais mais épicos da prova, o espetáculo do Endurocross, em versão diurna e noturna, além de um Prólogo completamente novo e que seguramente constituirá um dos pontos altos desta edição”, como assegura Paulo Melícia, diretor de prova e principal mentor da Extreme XL Lagares.