O Município de Baião inaugurou uma nova extensão dos serviços da autarquia

Ouvir a Notícia

A Câmara Municipal de Baião inaugurou, no dia 6 de maio, a nova extensão dos serviços municipais da autarquia, numa cerimónia que contou com a presença do Secretário de Estado das Autarquias Locais e do Ordenamento do Território, Carlos Miguel, de autarcas e de muitos funcionários da autarquia.
O edifício é centenário e vai concentrar várias unidades e departamentos que se encontravam dispersos por diferentes locais. situa-se na rua Eça de Queiroz (na antiga biblioteca e museu municipal) e as obras, incluindo mobiliário, representaram um investimento de cerca de 600 mil euros, apoiado por fundos comunitários.

“Este novo edifício de serviços municipais vai permitir uma melhor resposta aos nossos cidadãos. Porque efetivamente apenas estamos aqui, os políticos e os colaboradores, porque temos pessoas a quem servir. O mundo autárquico existe para a procura das melhores respostas às pessoas” referiu, na inauguração, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Pereira.

O autarca destacou o “empenho grande da autarquia na capacitação de recursos humanos e capacitação de recursos materiais e técnicos.” , acrescentando que “Não pode ser por falta de colaboradores, de meios e por falta de condições que não vamos mais além. Nos últimos anos adquirimos vários equipamentos e recursos e este é mais um passo para termos uma organização mais eficiente”.
O Secretário de Estado Carlos Miguel destacou ainda que a empreitada “É um investimento com significado no orçamento camarário e reflete bem a saúde financeira da autarquia. Estou certo de que este novo edifício vai proporcionar melhores condições a quem nele trabalhar e, por consequência, a quem vive nesta comunidade”.

Segundo a autarquia, o Secretário de Estado “elogiou, ainda, a excelente capacidade de executar programas de apoio que Baião tem demonstrado, citando as taxas de execução do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial do Tâmega e Sousa e do Plano de Ação de Regeneração Urbana.”

O governante evidenciou ainda o empenho que a autarquia baionense tem mostrado no processo de transferência de competências, sendo que Baião recebeu já desde 2009 novas competências na área da educação, a que se somam nos anos mais recentes competências nas áreas social e da saúde. “Devemos ver o Estado como um todo, onde cabem o Estado Central, as Autarquias e os diferentes serviços públicos. Se todos conjugarmos esforços, se obtivermos sinergias, vamos conseguir mais facilmente alcançar melhores resultados e um desenvolvimento mais harmonioso”, observou.

O novo edifício albergará cerca de três dezenas de colaboradores da autarquia e 7 unidades orgânicas: Educação; Proteção Civil; Assuntos Sociais; Recursos Humanos; Modernização Administrativa; Formação, Qualificação e Emprego e Logística.
No edifício agora renovado funcionaram o Tribunal, a Biblioteca, o Museu Municipal, a Administração Municipal e a Delegação Escolar, entre outros serviços.