O Município de Cinfães vai passar a ter quatro Equipas de Intervenção Permanente nos Bombeiros Voluntários

Ouvir a Notícia

A Câmara Municipal de Cinfães assinou protocolos para a criação de mais duas Equipas de Intervenção Permanente para os Bombeiros Voluntários de Cinfães e Bombeiros Voluntários de Nespereira. Com as novas duas equipas, o município cinfanense passa a totalizar quatro equipas em regime de permanência, duas por corporação de bombeiros.

Após a homologação dos protocolos pelo Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, as 4 equipas em regime de permanência, num total de 20 homens e mulheres, terão a missão de assegurar serviços de combate aos incêndios; de socorro à população local em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes; socorro a náufragos; socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré – hospitalar; minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave; e colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

Os custos com estas equipas serão suportados, em partes iguais, pela Câmara Municipal de Cinfães e pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Este custo, junta-se ao subsídio de 45 mil euros que a autarquia já atribui a cada uma das corporações e também aos apoios para a aquisição de equipamentos e de viaturas. Segundo a edilidade cinfanense, “com o objetivo de reconhecer o trabalho prestado pelos bombeiros, a nível da prevenção e do socorro às populações, e também incentivar o voluntariado no Concelho, a Câmara Municipal criou também um regulamento de concessão de regalias sociais aos bombeiros voluntários do Concelho.”

Assinatura dos Protocolos pelo edil cinfanense, Armando Mourisco e pelos presidentes das Associações Humanitárias de Bombeiros de Cinfães e Nespereira. Fonte: CM Cinfães