Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

(C/Áudio) Foi realizado o auto de consignação da primeira fase da obra do IC35

Realizou-se na tarde desta quinta-feira, dia 7 de julho, a assinatura do auto do consignação da empreitada do troço do IC35 entre Penafiel e Rans.
Esta obra, inserida no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), era já há muitos anos requisitada pelos municípios da região, acarretando uma melhoria nas acessibilidades do mesmo à A4.
O Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa, revela que este é um passo importante para as acessibilidades do território.


A fase inicial da obra, agora consignada, possui um valor de cerca de 5.5 milhões de euros, e trata-se de um troço de 1.5 quilómetros que inicia na EN 15 e termina numa rotunda em Marecos. A empreitada contempla ainda a construção de um viaduto sobre o o vale do Rio Cavalum, com uma extensão de 244 metros.

O edil penafidelense explica a importância que a primeira fase da obra terá.


Antonino de Sousa acredita que a longa espera pela intervenção terminou, sendo que a obra necessita de ser executada até 2026, para receber financiamento através do PRR.

O autarca penafidelense referiu ainda que a segunda fase da empreitada, apesar de mais longa, será uma intervenção mais simples, permitindo terminar a obra até 2026.


Declarações do Presidente da Câmara de Penafiel, Antonino de Sousa, relativamente ao auto de consignação da empreitada do primeiro troço do IC 35, entre Penafiel e Rans.
Esta é a terceira empreitada consignada no âmbito do PRR, sendo as duas primeiras a Variante à EN14, entre Maia e Trofa. e a Variante a Arruda dos Vinhos.