Associação de Solidariedade Social de Nespereira promoveu mais um ciclo de conferências “Entre o Rio e a Serra”

Ouvir a Notícia

 

Inserida no projeto “Reviver”, o Auditório Paroquial de Nespereira recebeu mais um ciclo de conferências “Entre o Rio e a Serra”, com o tema “Demências: Estratégias Não Farmacológicas”.

A abertura contou com a participação do presidente da Câmara Municipal de Cinfães, Armando Mourisco e da diretora da Segurança Social de Viseu, Márcia Martins.

O programa apresentou um leque de especialistas que abordaram as melhores estratégias não farmacológicas aplicáveis ao acompanhamento das pessoas com demência. A iniciar os trabalhos, a gerontóloga Isabel Marques falou sobre a terapia da arte e da música em contexto domiciliário. O segundo painel foi da responsabilidade de Rúben Amorim, técnico superior de Educação Social que abordou a importância das atividades de ocupação de tempos livres e desenvolvimento pessoal na demência. A fechar a manhã, Carminda Carvalho, terapeuta do riso e líder de yoga do riso, chamou a atenção para a importância do riso como processo terapêutico.

Os trabalhos prosseguiram de tarde com a psicóloga e professora universitária, Raquel Azevedo, que trouxe ao debate formas e estratégias da intervenção não farmacológica nas demências. Seguiu-se Valéria Gomes, também psicóloga e professora universitária, com uma abordagem da psicoterapia no idoso. Antes do debate, falou ainda Susana Pereira, coordenadora do Reviver e que deu a conhecer o projeto e a sua evolução.

A tarde terminou com a intervenção da vereadora da Saúde da Câmara Municipal de Cinfães, Sónia Soares.

O projeto “Reviver” conta com o apoio da autarquia de Cinfães.