Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Baião: Presidente da Câmara Municipal concluiu ciclo de visitas a investimentos em todo o concelho

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira concluiu as visitas ao terreno, no âmbito das deslocações a todas as freguesias, com o intuito de verificar, a par dos presidentes das respetivas Juntas de Freguesia, o estado das várias obras no concelho.

Paulo Pereira, acompanhado de técnicos da autarquia visitou as freguesias do Grilo; Santa Leocádia e Mesquinhata; e Santa Cruz do Douro e S. Tomé de Covelas, “promovendo, além da visita às obras, o diálogo com os baionenses e a avaliação de próximos investimentos”.


Na Freguesia do Grilo, com a companhia do presidente da junta, Joaquim Pereira, o edil baionense esteve na rua professor Alberto Patrício, onde está concluída asegunda fase da obra de construção de passeios, com drenagem de águas pluviais, construção de muro de suporte e criação de parque de estacionamento, envolvendo um investimento municipal de 72 mil euros, estando prevista ainda uma terceira fase em que será dada continuidade à construção de passeios. De seguida, os autarcas visitaram a obra de pavimentação da “Calçada dos Carris” que se encontra em execução.

Já na União de Freguesias de Santa Leocádia e Mesquinhata, Paulo Pereira e o presidente da junta local, Luís Miguel Pereira, visitaram a obra em execução da segunda fase da Ampliação do Centro Cívico de Mesquinhata, que dotará o espaço de um parque de merendas, um fontanário, lugares de estacionamento e iluminação, equipamentos de manutenção, parque de jogos, miradouro, entre outras valências destinadas à fruição dos utentes.

À entrada da residência paroquial, e na sequência de outros trabalhos já concluídos com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia, irão ser realizados trabalhos de requalificação do espaço. Em Santa Leocádia, foi visitada a obra de Requalificação do Espaço Envolvente ao Cruzeiro, na extensão da avenida Gregório da Fonseca – recentemente requalificada – onde se localizam símbolos religiosos, nomeadamente três cruzes, que fazem parte de um conjunto de monumentos e espaços
religiosos que se ligam entre si, formando um complexo destinado a celebrações e manifestações de fé. A obra de requalificação, envolvendo as três cruzes, irá incluir a criação de três patamares, cada um com um banco, e zonas ajardinadas, formando-se um percurso e acesso, integrando o “Caminho do Calvário”, que circundará os três símbolos, devidamente realçados por iluminação apropriada. Este espaço já faz parte do trajeto da procissão, aquando da realização das festas locais. Na União de Freguesias de Santa Leocádia e Mesquinhata destacam-se ainda a pavimentação e drenagem de águas pluviais da rua da Ferragem; a instalação de equipamentos de ar condicionado nas Casas Mortuárias; e o melhoramento e repavimentação da rua de S. Jorge.

Na União de Freguesias de Santa Cruz do Douro e S. Tomé de Covelas, com a companhia do presidente da Junta, António Vieira e do secretário, António Cardoso, em Covelas, o edil baionense percorreu as ruas de Sacota e de Portinha que foram pavimentadas, bem como um terreno adquirido pelo município, onde vai ser criado um acesso e beneficiado o troço existente. Em Santa Cruz do Douro mereceu a visita dos
autarcas a obra de pavimentação do Caminho de Jacinto, de Cabeção a Lodeiro, em execução, que inclui drenagem e encaminhamento de águas pluviais, numa extensão de 900 metros, envolvendo um investimento municipal de 91 mil euros.

Além destas obras, estão em fase de lançamento, o alargamento do cemitério em Santa Cruz do Douro e a beneficiação do “Caminho do Souto”, estando já concluída a “regularização de abastecimento de água e beneficiação de diversos fontanários públicos”.


O presidente da Câmara de Baião completou o ciclo de visitas a obras em todas as freguesias, mostrando-se satisfeito pelo “equilíbrio nos investimentos” repartidos por todo o concelho, pela importância de que se revestem para os baionenses, em cada localidade, muitas delas em resposta a necessidades reclamadas há já algum tempo, e, por outro lado, pela auscultação, no terreno, dos anseios dos baionenses.

Paulo Pereira sublinhou ainda a oportunidade de “diálogo com a população proporcionada pelas
visitas”
, destacando também o papel incontornável dos autarcas locais pela “atenção que dedicam às pessoas que representam e às suas necessidades, procurando, em articulação com o Município, dar respostas aos seus anseios, apontando sempre no sentido de uma melhor qualidade de vida para todos os baionenses”, concluiu.