Procurar
Close this search box.

87.8 e 88.5


















FM

Operação Natal e Ano Novo 2023 registou 24 vítimas mortais e 97 feridos graves

Já é conhecido o balanço da Operação “Natal e Ano Novo 2023”, levada a cabo pela Guarda Nacional Republicana (GNR) entre os dias 15 de dezembro de 2023 e 02 de janeiro de 2024, que intensificou as ações de patrulhamento, assim como sensibilização e fiscalização “com o objetivo de combater a criminalidade e diminuir a sinistralidade rodoviária, por forma a garantir que as festividades e as deslocações decorressem em segurança, em todo o território nacional“.

Em resultado das ações de prevenção, sensibilização e fiscalização, registou-se o seguinte:

No âmbito da prevenção e sensibilização, destaca-se:

  • Foram efetuadas 796 ações de sensibilização no âmbito do comércio seguro, abrangendo 12 127 comerciantes;
  • Foram efetuadas 655 ações de sensibilização no âmbito dos idosos em segurança, tendo sido visitados 8 232 idosos neste período festivo.

No que respeita ao combate da criminalidade:

  • 84 detidos por tráfico estupefacientes;
  • 42 detidos por posse ilegal de armas ou armas proibidas;
  • 89 detidos por furto;
  • 11 detidos por roubo.

No âmbito do controlo costeiro e fronteiras:

  • 947 embarcações fiscalizadas;
  • 109 975 passageiros controlados (no espaço Schengen);
  • 22 065 passageiros controlados (fora do espaço Schengen).

No âmbito fiscal e aduaneiro:

  • Foram realizadas 192 ações de fiscalização;
  • Foram detetadas 549 Contraordenações;
  • Cerca de 323 686,32 € em mercadoria apreendida.

No âmbito da fiscalização rodoviária, destacam-se:

  • 152 639  condutores fiscalizados, dos quais, 1 863 conduziam com excesso de álcool e, destes, 865 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram ainda detidas 402 pessoas por conduzirem sem habilitação legal.
  • Relativamente à sinistralidade rodoviária, a GNR registou 4 286 acidentes, dos quais resultaram 24 vítimas mortais97 feridos graves e 1 234 feridos leves.

Fonte: www.gnr.pt